Comecei – um artista cada dia.

Ontem conversei com uma artista muito querida, a Dacha.

Dacha desenvolve uma obra rica em elementos, que causa impacto visual enorme, porque é um universo de cores.Um olhar mais atento percebe os detalhes, muitas figuras em variadas composições e combinações, a essência do trabalho.

Ela é um encanto de pessoa e suas telas trazem alegria e vida!
Eu gosto muito!

Ela abre a temporada” cada dia um artista diferente no blog”.

A Coroa é dela!!!

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Arte

4 Respostas para “Comecei – um artista cada dia.

  1. Gláucia Fischer

    Muito bom o trabalho de Dacha! Parabéns!
    Uma ótima idéia de Tânia “cada dia um artista”, estimula, diverte e traz conhecimento.

  2. Tânia,
    Parabéns pela ideia!!
    Parabéns também a Dacha, lindo trabalho!!
    Beijos
    Drica

  3. Cassia Aresta

    PROJETO 365
    EXPOSIÇÃO NO SESC PINHEIROS REGISTRA A PASSAGEM DO TEMPO
    DE 25 DE MARÇO A 23 DE MAIO

    Colagens, desenhos, pinturas, recortes, inscrições e perfurações compõem um calendário especial criado pelas artistas Cassia Aresta, Helenita Peruzzo e Rosa Grizzo. Estes diferentes trabalhos farão parte do Projeto 365, exposição que abre dia 25 de março no SESC Pinheiros, às 20h e segue até 23 de maio. A mostra é o resultado de um compromisso assumido pela tríade em executar uma obra por dia ao longo de um ano. Durante este período Cássia, Helenita e Rosa tiveram diferentes experiências artísticas que mudaram a concepção de tempo e colocaram em prática suas poéticas pessoais que possivelmente seriam esquecidas por outras questões do dia a dia.

    Um conjunto de pequenas obras, todas em tamanho 10×10 cm, presente no espaço expositivo do 3º andar representam reflexões filosóficas do coletivo que ganham sentido ao relacionar três percursos distintos mostrados a partir de técnicas e materiais diferentes. Para as artistas “A fragmentação seqüencial destas miniaturas sugerem a reconfiguração de uma experiência longa enquanto data, mas única enquanto tempo interior ditado pelas necessidades de cada uma de nós”.

    Cassia Aresta estabelece em suas criações a relação entre espaço-tempo, por meio de linguagens construtivas e estruturas geométricas. O conceito se encontra nas interações dos planos, das delimitações, das linhas, das cores e superfície. A cor, por vezes, é linguagem autônoma atuando como protagonista. O branco e o preto, quase sempre presentes, também são luz e sombra, são espaços, são conceitos.

    Nas obras de Helenita Peruzzo há o registro de memórias da própria artista, de outras pessoas e locais diferentes do mundo. Em especial as pequenas memórias, aquelas que não produzem fatos históricos evidentes, mas que se misturam aos seres. Helenita experimentou diversos suportes e materiais em seu trabalho. Nele, há o uso de assemblagens induzidas por imagens, formatos e texturas de materiais banais que acabam conversando entre si.

    A poética usada por Rosa Grizzo é o feminino, a mulher em busca da sua identidade. E, para expressá-la, ela usa materiais relacionados ao universo da manualidade doméstica e suas formas de execução. A partir de seus questionamentos e dessa procura por uma estética particular, passou a usar em seus trabalhos a própria silhueta, retirada de uma foto sua recortada.

    “Durante essa experiência artística, o cotidiano nos trouxe uma outra concepção para o tempo pré-concebido por horas e calendários já estipulados. Não no sentido de subvertê-lo, mas de colocar em prática uma poética pessoal frequentemente esquecida por questões outras. E assim que tocada pela primeira obra, tal poética passou a engendrar um paralelo em nossa dimensão existencial”, afirmam as artistas.

    CASSIA ARESTA

    “Muitas vezes, no exercício diário da vida, ficamos alienados do nosso eu, por mais paradoxal que isso possa ser. As distrações oferecidas pelo cotidiano me afastam do eu artístico, da minha estética de viver. Propus-me, então, a abrir minha ”caixa-preta” existencial em todos os dias estabelecidos. A conseqüência disso é o resgate, em mim mesma, de um tempo-arte próprio, que não esse dos calendários pré-concebidos”

    HELENITA PERUZZO

    “O dia após dia, na sua trajetória, é implacável no descarte daquilo que abandonamos à desatenção. Assim, passam à inexistência um pedacinho de linha que se perdeu atrás da porta, a cartela vazia de comprimidos ou mesmo um instante de luz do sol sobre o tapete. Coisas e eventos que clamam por manuseio e transformação em registro, para que adquiram papel e existência, glorificados nas pequenas insignificâncias, que transformam a trama do cotidiano”

    ROSA GRIZZO

    “No papel vegetal perfurado com agulha, desenho a minha silhueta – esta, o fio condutor de pensamentos. Com esse material, represento o conjunto de experiências do meu dia a dia, perfurando e marcando um roteiro no interior pessoal mais profundo”

    • SOBRE CASSIA ARESTA
    ESTUDOS |1976 • FEBASP, sem conclusão do curso; 1994-2006 • Oficinas, cursos e ateliês com TUNEU, DUDI MAIA ROSA, PAULO PASTA, ANA MARIA TAVARES, ANA MAE BARBOSA e Filosofia da Arte Contemporânea com DR. NAZARENO EDUARDO DE ALMEIDA. PROJETOS E WORKSHOPS |1997-2001 • Bayer do Brasil / SESC Pompéia / Sharp do Brasil / Cargill / Planété Ouvert, Ganties, França. SALÕES DE ARTE |1988-1996 • 23º, 24º e 25º Salão Bunkio / 8º Salão Brasileiro de Arte Mokiti Okada / 4ª e 5ª Amostra Aberta de Cerâmica. COLETIVAS |2009 • Projeto 365 MAC-Paraná, PR; MAJ-Cidadela Cultural, SC; MHSC, Florianópolis, SC; Galeria Iberê Camargo, Usina do Gasômetro, POA, RS; 2007 • Invenção da Memória, MAJ, SC / Lestada e a Desconstrução, Fundação Cultural BADESC, Fpolis, SC e Galeria Múltipla, SP; 2006 • Draw-Drawing 2, London Bienale, Londres; 2005 • Palmo Quadrado, Connecticut College ; University Art Gallery, Sonoma, Califórnia; 2004 • Palmo Quadrado, Museu of Latin American, Califórnia / Projeto Diferentemente Iguais, MAJ, SC; MASC, Fpolis, SC; Memorial de Curitiba, PR; MAC do Rio Grande do Sul; 2003 • Palmo Quadrado, SP; 2001 • Cassiopéia, Museu Pierre Bayle, França; 1999 • Planété Ouvert, Ganties e Saint Gaudens, França. INDIVIDUAIS | 2007 • Marcas Indeléveis, MUNA, MG; 2003 • Círculos, MASC, Fpolis, SC e MAJ-Cidadela Cultural, SC; 2002 • Projeto Correspondência, Mônica Filgueiras Galeria de Artes, SP; Goethe Institut, Frankfurt, Alemanha; Goethe Institut Bordeaux, França; 2000 • Projeto Correspondência, Instituto Goethe, São Paulo, SP / Círculos, Sala Mario Pedrosa, Centro Cultural São Paulo, SP; 1996 • Triangulares, FUNARTE, São Paulo, SP.

    • SOBRE HELENITA PERUZZO
    ESTUDOS | 1984 a 1987 Bacharelado em Desenho e Plástica, Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul; 1987-2007• Cursos com os artistas e professores: curadoria instantânea- WILSON LAZARO; seminários de Filosofia da Arte Contemporânea- NAZARENO EDUARDO DE ALMEIDA; escultura no espaço público-
    JOSU LARRABASTER e PELLO MIXTELENA, JABIER ELORRIAGA e XABIER LAKA;
    atelier- ARTUR LESCHER; grafitti- GUTO LACAZ; orientação e avaliação- GEÓRGIA KYRIAKAKIS; mural cerâmica- GENE ANDERSON; restauração de bens e imóveis culturais- FERNANDO PAES; oficina desenho- OCTAVIO HURTADO. INDIVIDUAIS | 2007 • Salmo 88, Fundação Cultural de Itajaí, SC; 2006 •Salmo 88, Espaço Vecchietti, Florianópolis, SC / Traços Insones, Espaço Vecchio Giorgio, Florianópolis; 2003 • Encaixe Azul, Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes. COLETIVAS | 2009 • Projeto 365, Museu de Arte Contemporânea do Paraná; Museu de Arte de Joinville, SC; 2ª Bienal Brasileira de Bruxelas, Bélgica; Museu Histórico de Santa Catarina, Florianópolis; Galeria Iberê Camargo, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS / Diferentemente Iguais, Site Específico – 6º Motivo, Casa das Rosas, São Paulo; 2007 • Invenção da Memória, MAJ, SC / Lestada e a Desconstrução, Fundação Cultural BADESC, Fpolis, SC e Galeria Múltipla, SP. OUTRAS ATIVIDADES | 1996 a 2001 • Criou e produziu móveis e objetos exclusivos, além de realizar trabalhos de restauro; 1987 a 2002 • Projetou e executou 33 obras de trompe l’oeil e arte mural nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

    • SOBRE ROSA GRIZZO
    ESTUDOS | 1975 • Desenho e Plástica com complementação em Educação Artística, Fundação Educacional de Bauru – UNESP; 2006 • Seminário Filosofia da Arte Contemporâena, DR. NAZARENO DE ALMEIDA, Florianópolis, SC; 2001-2002 •Aluna Ouvinte Especial do Curso de Pós-Graduação da UNESP, “O Discurso e Linguagens Sincréticas Mediáticas”, Professor de Semiótica Adenil Domingues, Bauru, SP 2000 • Curso de Aperfeiçoamento, Aprendizagem da Arte e Cultura Contemporânea, USP, com ANA MAE BARBOSA; 1997-2009 • Orientação de trabalhos e cursos com os artistas: CARLOS FAJARDO, GEÓRGIA KYRIAKAKIS, LEDA CATUNDA, EDITH DERDIK, DUDI MAIA ROSA, ARTUR LESCHER e AGNALDO FARIAS. COLETIVAS | 2009 • Projeto 365, Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba; Museu de Arte de Joinville, SC; 2ª Bienal Brasileira de Bruxelas, Bélgica; Museu Histórico de Santa Catarina, Florianópolis; Galeria Iberê Camargo, Usina do Gasômetro, POA, RS / Coletiva, Barão 955, São Paulo / Diferentemente Iguais, Site Específico – 6º Motivo, Casa das Rosas, São Paulo; 2007 • Diferentemente Iguais, Site Específico – Invenção da Memória, Museu de Arte de Joinville, Santa Catarina ; 2004 • Projeto Diferentemente Iguais, Museu de Arte de Joinville, SC; MASC, Fpolis, SC; Memorial de Curitiba, PR; MAC do Rio Grande do Sul; 1997 • Criação do GRUPO FACTUM, do qual participa e expõe, anualmente, em Jaú e região.

    • SERVIÇO
    EXPOSIÇÃO PROJETO 365
    Local: 3º andar.
    Coquetel de abertura 25 de março, às 20h
    Visitação de 25 de março até 23 de maio 2010
    Ter a sex, das 10h30 às 21h30 | Sábados, domingos e feriados, das 10h30 às 18h30.
    SESC Pinheiros
    Endereço: Rua Paes Leme, 195.
    Horário de funcionamento da Unidade – Terças a sextas, das 13h às 22h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 19h.
    Tel. para informações: 11 3095.9400
    ESTACIONAMENTO – COM MANOBRISTA – VAGAS LIMITADAS – Veículos, motos e bicicletas – Terças a sextas, das 7h às 22h; Sábados, domingos e feriados, das 10h às 19h. Taxas: Matriculados no SESC: R$ 5,00 as três primeiras horas e R$ 0,50 – a cada hora adicional // Não matriculados no SESC: R$ 7,00 as três primeiras horas e R$ 1,00 – a cada hora adicional. Informações sobre outras programações ligue 0800 118220 ou consulte o site: http://www.sescsp.org.br
    Assessoria de Imprensa do SESC Pinheiros:
    Telefone: (11) 3095-9421 | 3095.9425
    Andréia Lima | Francisco Santinho | Natália Fernandes
    imprensa@pinheiros.sescsp.org.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s