Pintando no iPad e no iPhone

Há pouco tempo um dos artistas considerados dos mais influentes da atualidade, David Hockney, fez uma exposição com cerca de 200 obras criadas no iPhone e no iPad na Fundação Pierre Bergé-Yves Saint Laurent. Segundo o artista, que começou a pintar o que via com o dedo em seu iPhone, lápis e papel não serviriam, porque foi a luminosidade da tela que o provocou.

Várias pontos foram levantados com a exposição do artista, como uma obra criada assim pode ser facilmente reproduzida e vista em qualquer monitor e em qualquer parte do mundo, deixa de existir a aura do original, da obra de arte que não pode ser copiada, única e na maioria das vezes distante, basta estar conectado pra ver o trabalho.
Outra questão é a venda ou não destas obras, pela fácil reprodução, qual seria o caminho para comercializá-las, impressões assinadas?
No caso de David Hockney isto não foi uma preocupação e parece que não havia a intenção de vender.

David Hockney não foi o primeiro a criar no iPad, artistas gráficos tem feito isto, como o designer Jorge Colombo que desenhou a capa de uma edição da revista New Yorker, na rua,  em seu iPhone, a importância da exposição de David Hockney está nos questionamentos específicos levantados para o mundo das artes.

Eu deixo de lado as questões e espero que o futuro se encarregue delas, afinal vivemos a era da tecnologia e nada mais natural do que os artistas usarem as ferramentas a favor da criatividade.

Infelizmente, estas ferramentas ainda não fazem milagre, quem não desenha e não é um artista, não vira um com alguns aplicativos e acessórios para Iphone e iPad.

David Hockney


Jorge Colombo

Alguns aplicativos e acessórios:
Brushes, Artrage, Sketchbook Pro, Inspire Pro, Nomad Btushes(pincel).
E a Corel também lançou aplicativos gratuitos pra iPhone e iPad.
Para maiores informações entra no site corel clicando aqui.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Arte

Uma resposta para “Pintando no iPad e no iPhone

  1. Madá

    Muito bom o seu texto. Concordo plenamente. Gostaria de poder “folhear” essas obras do Hockney no meu iPad ao invés de assistir a um filme durante um voo, por exemplo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s